quinta-feira, 19 de junho de 2008

O “dia da separação”: a primeira ida à creche

Mamães de primeira viagem não imaginam como fica seu coração depois de deixar seu filho pela primeira em uma creche. Mas não tem outro jeito. A licença-maternidade acaba e um sentimento ímpar de tristeza vem acompanhado de incertezas. Como vou deixar meu bebê tão pequenino numa escolinha?

Colocar o filho na creche tão prematuramente pode parece um retrocesso na cabeça das mamães, mas se a escolha da escolinha for bem feita, um lugar em que a mamãe sinta-se segura para deixar seu filho enquanto trabalha, o local poderá ser um espaço de grande desenvolvimento para criança e aprendizado para a mamãe. Já pensou nisso?

A inserção da criança na creche é um dos momentos muito importantes na vida da criança e da mamãe. É a primeira separação real dos dois, marcando a sua entrada no mundo social. Claro que isso não pode acontecer de forma brusca.

Aos poucos a mamãe verá ações importantes que a criança levará para toda a vida, como a convivência social, começando o processo de amizade, de divisão e colaboração mútua, desenvolvimento da linguagem e de conhecimento do mundo. Brincadeiras entre crianças, normais em creches, contribuem para acelerar o processo de socialização.

Dicas

Dizer a verdade é sempre importante. Não deixe a criança na creche dizendo que vai ao banheiro e já volta. No dia seguinte seu filho não acreditará em você.

Antes de matricular seu filho na creche, conheça várias e assim decida qual te deixou mais segura para o desenvolvimento do seu filho.

A imunidade da criança pequena ainda não é total. Se as doenças na creche forem muito freqüentes acarretando perda de peso, é melhor deixá-la em casa.

Fonte

7 comentários:

PAPAI disse...

TENHO CERTEZA QUE NOSSO PEDRO VAI AMAR O PERÍODO QUE FICARÁ NA CRECHE. FIQUEMOS TRANQÜILOS!

MUUUUUUITOS BEIJOS.

PAPAI disse...

AMO MUITOS VCS DOIS!

Helena disse...

Ai que peninha!! Dá um apertinho no peito. Mas é um passo importante pra sociabilização do nosso bebê! Beijos da vovó!!

Maria José disse...

Aí nem sei como vou conseguir deixa-la e ir trabalhar
bjs

Mrs. Mom disse...

Eh mesmo mto dificil, gracas a Deus ainda vou ficar aproveitando elas por algum tempo, naum sei kdo vou voltar a trab... ms tenho certeza ki vai dar td certo viu! boa semana!

Giovana disse...

Muito bom o artigo!
Dá um aperto no coração quando vai chegando a hora de voltar a trabalhar :(
Beijos, Juli e fiquem com Deus!

Mãe Polenta disse...

ei! E aí como estão as coisas??